Jurassic World

Oi gente! 

Mais um filme pra conta. 

Eu nem sou muita fã de filmes não, mas dependendo da situação acabo assistindo até no cinema. 

Por falta de opção acabei assistindo Jurassic World nesta última semana. Não tinha intenção de assisti-lo. Por que? Bem, nada contra os filmes antigos relacionados, apenas não acho vantagem. Não sou lá muito de assistir a filmes, então tenho que ter um interesse muito grande para fazê-lo. 
Chatices minhas a parte, vamos ao filme. 
Nenhuma novidade, né? Fizeram um mundo de Dinossauros. Você se isola na ilha (mesma dos filmes anteriores) e fica lá, como se fosse a Disney, mas com animais pré-históricos. TODO mundo já sabia que isso não tinha como acabar bem, né? A questão dessa vez é que eles, visando aumento de público ou constante do mesmo, desenvolveram um dinossauro com componentes genéticos de vários bichos. Desde modo, o item – como eles a chamam – criou inteligência própria e causa enormes confusões e mortes, claro.
Achei que este filme deveu bastante no quesito emoção, me deixando entediada na maior parte. Até porque tudo era muito óbvio. E não tinha como não ser, sejamos honestos. Acredito que o dinheiro arrecadado em bilheteria teve mais a ver com a sequência dos filmes do que com a qualidade deste filme em si. Claro que as imagens são ótimos e os efeitos fantásticos. Os velociraptors (?) parecem super reais e tem uma interação muito legal. 
Se você super curte dinossauros, Ross, corra para o cinema mais próximo. Assistir em 3D é TOTALMENTE desnecessário. Se não, aguarde mais um pouco pra ver em casa. 
Beijos! 

Deixe uma resposta