Precisamos conversar sobre American Horror Story

Então, eu comecei a assistir a AHS quando lançou. E, na época, apesar de não ser muito fã de terror acabei amando muito a série! Murder House foi amor.
Ano seguinte veio Asylum, e eu que sou doida AMEI TAMBÉM. E convenhamos que nem preciso falar que Coven foi sensação e que eu queria ser a Suprema por motivos.
Mas aí, a série caiu de rendimento. Freak Show foi no mínimo uma palhaçada – LITERALMENTE – e, bem, Hotel foi bem ok. Ok até demais. Lady Gaga é amor? SIM! Mas a história foi muito parada e eu me vi com bastante preguiça de assistir.

ATÉ que chegou esse estranho 2016 com uma nova temporada – Roanoake. Fui assistir ao primeiro episódio quando o quarto já tinha saído [para vocês sentirem minha animação com a série]. E maratonei. Sim MARATONEI! A série está fantástica. Você realmente quer assistir ao próximo e não quer que os episódios terminem. O episódio cinco acabou e eu fiquei com cara de paisagem tentando entender o que seria da sequência. Parecei que tudo estava terminado. MAS NÃO! O treco vai ficar mais doido ainda.

Ainda não assisti ao episódio 6, mas ao que tudo indica (segundo revelações do Ryan Murphy) é que agora todo mundo vai voltar a casa em Roanoke. Tanto os ex moradores do reality show, quando os atores que fizeram seu papel. E, todo mundo vai morrer, menos um. Misericórdia.

Bem que a série podia ser produção Netflix pra gente poder assistir tudo de uma vez só e não morrer de ansiedade.

Beijos!

OBS: Qual é sua teoria sobre a Flora e o porquê dela não aparecer no reality “My Roanoke Nightmare”?

Imagem1
Imagem2

Deixe uma resposta