Gilmore Girls – A year in the life

Ai gente! Foram 6 horas de choro! Mesmo, mesmo!

Eu terminei de assistir a sétima temporada uns dois meses atrás. Na infância eu tinha visto só a primeira temporada e não lembrava direito. Mas assisti a tudo e terminou com um gostinho de quero muito mais. Daí, fiquei super feliz quando soube do Revival. Mas nem tudo são flores, né?

Eu assisti a tudo de uma vez porque não teria como ser diferente. E foi tudo o que eu esperava e um pouco mais. Foi meio que consolador saber que a perfeita Rory não teve um futuro do jeito que ela imaginava porque eu me identifico com ela em tantos níveis que seja a ser ridículo. Lolerai estava lá, como sempre, na dúvida de quão maravilhosa era a sua vida, e bem, chegou a conclusão de que era maravilhosa mesmo. 😉

Eu sou apaixonada pelo Luke porque ele é tão ele mesmo. Sem cerimônia! Quem não ama esse homem? E chorei mais ainda por causa da morte do Richard que não foi apenas na série mas na vida real mesmo. Todos os ex’s da Rory apareceram na história. E teve alguns atores que MEU DEUS não envelheceram cinco minutos. Sabe se lá Deus como.

Eu já soltei um monte de mini spoilers aqui. Me desculpem. Mas caso você não tenha assistido, CORRE! Mas se você acha que isso não vai mudar a sua a vida… Bem, não está errado. Mas me fez bem durante um tempo e acho que é pra isso que as séries servem.

O revival terminou nos deixando boquiabertos. Sério. Chegou a ser insultante terminar daquele jeito! Eu preciso de mais Revival.

Beijos!

Créditos de Imagem

Deixe uma resposta