[Dicas] Arraial do Cabo – Rio de Janeiro [3]

1 – Como ir e onde ficar?

2 – Praias

Terceiro post sobre Arraial

3 – O que fazer?

  • Passeio de Barco

O Passeio de barco é muito legal e necessário se você quiser conhecer a Praia da Reserva. Essa Praia é vigiada 24h/dia pela Marinha e você não pode levar nada para lá e nem ficar mais do que 1h30, se não me engano. Tem milhares de possibilidades de fazer passeio de barco. Todo mundo faz esse serviço, basicamente. Nós fomos com o Alexandre’s Tour. O barco deles é bem razoável e o passeio foi todo direitinho. Pararam nos pontos possíveis, entramos na água em ponto de mergulho, descemos nas Praias da ilha principal, passamos pela Gruta Azul, Fenda, Praias do Farol, Pedra do Macaco e por aí vai. Vale a pena fazer.

Praia da Reserva vista de alto mar

Dica: Leve alguma coisa para comer ou dinheiro. O passeio dura em torno de 4 horas e você vai ficar com fome. Os barcos costumam tem algum tipo de comida, mas os preços variam e pode ser que seja bastante caro – caso do Alexandre.

Gruta azul
  • Mergulho

Bem, Arraial do Cabo é a capital do Mergulho, então amigos, MERGULHEM! Tem algumas agências que fazem esse serviço e vale muito a pena. Dependendo da época do ano pode ser mais caro ou mais barato. Na baixa temporada os preços ficam em torno de R$170. Podem ter promoções, então fique ligado e se informe antes de ir. Eu procurei muito com quem fariamos o mergulho e aí vale muito a pena dar uma olhada no TripAdvisor. No final acabamos escolhendo a ByFish por insistência minha. Entramos em contato com eles pelo Facebook e marcamos o mergulho. Eu fiquei meio assim de não encontrarmos ninguém no porto, mas o pessoal estava lá, rs. A equipe é muito bacana. Os instrutores de mergulho – Felipe e Hudi – foram super atenciosos e profissionais e eu nem preciso falar que o capitão do Anequim é super bacana. Eu não me lembro o nome dele, infelizmente. Uma coisa legal do mergulho é fazer fotos, esse serviço é cobrado por fora, e vale muito a pena. As nossas fotos, apesar de terem sido tiradas com GoPro sem lente porque os instrutores não foram avisados que queriamos fotos, ficaram muito legais. O Felipe até gravou um vídeo meu com uma tartaruga. Foi a experiência mais sensacional que eu já tive até hoje.

É tudo muito lindo lá embaixo, tem muito peixe, e eu dei sorte de ver a tartaruga. No começo é meio estranho respirar pela boca e a pressão no ouvido incomoda um pouco, mas fazendo o procedimento recomendado pelos instrutores logo você se livra dessa sensação ruim e é só felicidade.

  • Caiaque, SUP e mergulho de superfície

Na praia do forno tem um moço que aluga caiaque Stand Up Padle e um quiosque que aluga equipamento para mergulho na superfície – óculos, snorkel e pé de pato. Na Prainha você também pode fazer mergulho de superfície.

4 – Onde comer?

Deixe uma resposta